Esse Mundial vem de encontro ao trabalho de duas décadas da nossa cooperativa na região do Serro: vai aumentar o conhecimento técnico, vai democratizar a atividade queijeira e vai promover a inclusão de produtores ainda na informalidade. Estamos muito felizes de participar!