Concurso de Melhor Queijeiro do Brasil

Em sua 2ª edição, o concurso de Melhor Queijeiro do Brasil cresceu em competência e uma nova prova foi incluída nas provas realizadas em 2022: a cura de um queijo branco que será do mesmo lote para todos os candidatos. A competição é voltada para produtores de queijo que serão desafiados em suas competências técnicas e capacidade de improvisação. Conheça os candidatos.

Regulamento

BASES DEL 2º CONCURSO MEJOR QUESERO DE BRASIL (em espanhol)

O concurso tem a chancela da revisa francesa Profession Fromager. A presidência do concurso é compartilhada por Arnaud Sperat Czar e Antônio Fernandes.

Arnaud é presidente da Fondation pour la Biodiversité Fromagère, Maître Honoris Caseus da Guilde Internationale des Fromagers e autor de vários livros sobre queijos. Antônio é professor e pesquisador de queijos da Universidade Federal de Viçosa-UFV e um dos fundadores do grupo de pesquisa Inova Leite.

O concurso prevê quatro momentos de avaliação:

  • Na primeira prova, em Nova Erechim/SC dia 20 de janeiro de 2024, o queijeiro será testado quanto ao saber-fazer profissional e sua capacidade em produzir queijo em condições diferentes da sua rotina.
  • A segunda prova testará a capacidade de maturar um queijo em condições especiais, na sua própria queijaria.
  • A terceira prova testará a capacidade de produzir queijo no conforto do seu ambiente de trabalho.
  • A quarta etapa acontece no sábado, 13 de abril de 2024, no âmbito do Mundial do Queijo do Brasil.

As provas da primeira e última etapa são diante do público.

Vitor do Val Gomide, médico veterinário responsável pelo Laticínios Gomide, de Viçosa, foi eleito o Melhor Queijeiro do Brasil em 2022.

Martina Sgarbi, do Qjo da Martina, de São Paulo, ficou em 2° lugar.

André Modesto, da Queijaria Paiol Velho de Juiz de Fora, MG, ficou em 3° lugar.